carregando…
luz-no-escuro

Pessoas criativas: como se tornar uma?

Dizem que a roda é uma das invenções que mais transformou a humanidade. E com certeza, ela só foi possível graças a ação de pessoas criativas. Mas, será que a criatividade está apenas relacionada à ocupações artísticas ou pode ser aproveitada no dia a dia de qualquer trabalhador? E ainda, será que existem formas de desenvolver a criatividade – ou ela é um dom natural?

Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura!

Qual a importância da criatividade?

Antes de qualquer coisa, é importante conceituar que a criatividade não está apenas ligada às atividades artísticas. Na verdade, ela é uma característica humana e que aplicamos diversas vezes no nosso dia a dia, como para desenvolver soluções para problemas.

E esses problemas podem ser desde o aquecimento global até uma nova receita que utilize outros ingredientes, por exemplo. Tudo isso é criatividade – e não necessariamente algo que precise utilizar a imaginação para isso. Um escritor pode ser muito imaginativo, mas pouco criativo. Por exemplo, quando ele desenvolve histórias que já foram contadas várias vezes por outras pessoas.

Agora que você já compreendeu melhor o que é criatividade, ficou fácil entender a sua importância, não é mesmo? Afinal, se não fosse ela ainda conviveríamos com vários problemas da era da pedra lascada. Graças a essa nossa qualidade inata e presente em todos os seres humanos conseguimos evoluir, criando a roda, o fogo, as casas, a sociedade, a medicina e assim por diante.

Pessoas criativas e o mercado de trabalho: qual a relação?

Apesar de pessoas criativas existirem em nossa sociedade desde sempre, somente agora essa característica está mais em evidência. Diversas empresas estão buscando por profissionais que tenham esse perfil, com expressões bem batidas como “pensar fora da caixa”.

Mas na prática, o que será que isso significa?

Basicamente, profissionais que conseguem desenvolver alternativas, trilhar caminhos diferentes, resolver problemas, pensar em novas soluções e inovações e produzir projetos novos.

Independentemente do cargo que você ocupa, certamente essas características são desejáveis, ajudando a transformar o seu dia a dia, a motivar as pessoas e, claro, a trazer mais resultados. Por isso, elas estão sendo tão buscadas atualmente no mundo corporativo.

Dicas para se tornar uma pessoa mais criativa

A boa notícia é que a criatividade não “surge do nada”, mas ela é formada a partir das nossas experiências, ou seja, a nossa bagagem cultural como livros, filmes, músicas, viagens, entre outros.

Se você quer entrar no rol de pessoas criativas, veja as dicas que separamos:

  • faça atividades diferentes e que lhe ajudem a fugir da rotina, já que muitas vezes acabamos agindo apenas no “piloto automático” sem oferecer estímulos suficientes ao nosso cérebro;
  • aprenda a descansar, pois uma mente sobrecarregada não terá como desenvolver ideias diferentes e inovadoras;
  • saia da sua zona de conforto e ofereça desafios ao seu cérebro, como aprender a escrever com a mão não dominante, conhecer uma nova língua, fazer palavras-cruzadas e outras atividades que não sejam fáceis para você;
  • conheça novas pessoas e troque ideias com indivíduos que pensam e agem de forma diferente de você, ampliando as suas inspirações;
  • leia novos livros, assista filmes e séries diferentes e crie uma vasta fonte de inspiração;
  • tente registrar os seus sonhos ou até pequenas ideias que você tem no dia a dia, mas que não costuma dar grande importância – eles podem servir de grandes inspirações;
  • busque olhar para um mesmo problema de formas diferentes, desafiando seu cérebro a encontrar novas respostas;
  • use mapas mentais para organizar as suas ideias e ajudar a transformá-las em ações.

Como você viu, todos nós somos pessoas criativas em maior ou menor grau, já que a criatividade é uma característica humana e que nos permite sobreviver e evoluir. Com alguns cuidados diários é possível exercitar e desafiar o seu cérebro, expandindo a criatividade.

Você gostou deste conteúdo? Então compartilhe o nosso post com os seus amigos nas suas redes sociais e ajude-os a se tornarem pessoas mais criativas!

Deixe uma resposta